sexta-feira, 8 de novembro de 2019

UNIVERSIDADE DE COIMBRA




No mês de Outubro - mês do Idoso

o projecto Convivências Sénior 

levou-me num passeio a COIMBRA 

com o intuito de fazermos uma visita de estudo 

à UNIVERSIDADE DE COIMBRA.


 Munida da minha máquina fotográfica 

fui captando imagens 

que agora tenho o gosto de vos mostrar... 

tivemos uma Guia que nos acompanhou 

e foi explicando os lugares que iamos visitando. 


Começamos por subir esta escadaria...






Lá de cima, era esta a vista que eu tinha, 

para os telhados de Coimbra e o seu rio Mondego!




ao longo deste corredor estreito mas comprido 

temos várias janelas com vista 

para a SALA DOS CAPELOS ou SALA dos Grandes Actos




A Sala Amarela, contígua à das Armas, 

tem as paredes forradas de seda amarela para lembrar 

a Faculdade de Medicina, uma vez que era nesta sala 

que se reunia a «congregação da Faculdade de Medicina» 

(reunião entre os corpos constitutivos da faculdade).

Os retratos que aí se podem ver são dos reitores 

da Universidade de Coimbra que prestaram serviço 

em alguns dos anos do século XIX.




consegui esta perspectiva para 

a SALA DOS CAPELOS ou SALA dos Grandes Actos






No edifício principal do Paço, a Sala dos Capelos ou Sala dos Grandes Atos 

tem um papel de destaque. É aqui que se realizam hoje as mais importantes 

cerimónias académicas, como a defesa da tese de doutoramento. 

Durante a altura do Paço Real, esta foi também a Sala do Trono, 

tendo sido aqui que D. João Mestre de Avis foi proclamado rei de Portugal. 

As telas da sala representam todos os Reis de Portugal… 

à excepção da dinastia filipina (D. Filipe I, D. Filipe II e D. Filipe III).




a imagem de cima, bem como as seguintes, são todas 

da SALA DO EXAME PRIVADO









QUE MARAVILHA....


acabou a visita e saímos para o exterior 

de onde se tem uma bela vista para

o PAÇO DAS ESCOLAS







outra vista para

o PAÇO DAS ESCOLAS através do gradeamento

(uma perspectiva que fiz e gostei muito do efeito)






captei esta distinção 

numa das paredes exteriores 

De entre vários projetos, destacam-se a conservação do Pórtico Central, 

Grupo Escultórico e Escadaria da Via Latina – Paço Real das Escolas da Universidade de Coimbra, 

em março de 2007, tendo o projeto e a intervenção, sido distinguidos com 

o prémio European Union Prize for Cultural Heritage/Europa Nostra Awards 2009





na foto seguinte podemos ver 

o "Portal da Capela de S. Miguel, no Paço das Escolas"






e, na seguinte, a PORTA FÉRREA

A Porta Férrea marca a entrada no Paço das Escolas com grande imponência. 

Construído no século XVI, apresenta as duas figuras chave da Universidade: 

o fundador D. Dinis e D. João III, que a fixou definitivamente em Coimbra. 

Acima dos dois, está a figura da Sapiência.




na seguinte, 

a TORRE da UNIVERSIDADE




Construída no século XVIII, o relógio da Torre regulava 

o horário dos estudantes através de 3 sinos: 

a Cabra (o mais emblemático, que toca de manhã para o início das aulas 

e à tarde para o fim das aulas), o Cabrão (que toca todas as horas, ao quarto de hora 

e à meia hora) e o balão (que toca em doutoramentos e épocas festivas). 

Hoje a Torre da Universidade pode ser visitada 

e é o mais alto miradouro para a cidade de Coimbra.




a VIA LATINA

A Via Latina é a longa varanda localizada na fachada principal do antigo Paço Real. 

Construída no século XVIII, era aqui os estudantes 

se reuniam depois das aulas para reverem a matéria.



11 comentários:

  1. A Universidade de Coimbra é uma universidade pública localizada na cidade de Coimbra, em Portugal.
    É uma das universidades mais antigas do mundo ainda em operação,
    sendo a mais antiga e uma das maiores do país.

    Composta por 3 polos, 8 faculdades e 18 museus,
    a instituição conta ainda com o Jardim Botânico
    e o Estádio Universitário de Coimbra num espaço com 24,815 alunos
    em 2010.

    Sua história remonta ao século seguinte ao da fundação da nação portuguesa, dado que foi criada a 1° de março de 1290,
    quando o rei D. Dinis I assinou na cidade de Leiria o documento Scientiae thesaurus mirabilis, criando a universidade,
    o qual foi intermediado e confirmado pelo Papa.

    Fixada definitivamente na cidade de Coimbra em 1537,
    sete anos depois todas as suas faculdades se instalam no antigo
    Paço Real da Alcáçova (denominado Paço das Escolas após a sua aquisição pela Universidade de Coimbra em 1597).

    Organizada em oito faculdades,
    de acordo com uma variedade de campos de conhecimento,
    a universidade oferece todos os graus académicos em Arquitetura, Educação, Engenharia, Humanidades, Direito, Matemática, Medicina, Ciências Naturais, Psicologia, Ciências Sociais e Desporto.

    A Universidade de Coimbra possui aproximadamente 25 mil estudantes, abrangendo uma das maiores comunidades de estudantes internacionais em Portugal, sendo a sua universidade mais cosmopolita.

    Além disso, é o membro-criador do chamado Grupo Coimbra,
    uma rede de universidades europeias cujo objetivo é a colaboração académica entre os elementos do grupo.

    Em 22 de junho de 2013 foi declarada Património Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

    ResponderExcluir
  2. A Sala Grande dos Actos é a principal sala da Universidade de Coimbra. É também conhecida por Sala dos Capelos
    uma vez que, ainda hoje, é utilizada nas cerimónias académicas.

    Quando visitar a Sala dos Capelos poderá visitar também a Sala do Exame Privado e a Sala das Armas.

    A Sala do Exame Privado fazia parte integrante da ala real do palácio. Foi câmara real, ou seja, o local onde o monarca pernoitava.
    Também foi nesta sala que se realizou a primeira “reunião” entre o Reitor D. Garcia de Almeida e os lentes (professores) da Universidade, no dia 13 de Outubro de 1537, data da transferência definitiva desta instituição para Coimbra.

    A Sala das Armas fazia parte da ala real do antigo paço.
    Alberga a panóplia das armas (alabardas) da Guarda Real Académica,
    que ainda hoje são utilizadas pelos Archeiros (guardas) nas cerimónias académicas solenes (Doutoramentos solenes, “honoris causa”, Investidura do Reitor, Abertura Solene das Aulas).

    ResponderExcluir
  3. Ao visitar a Universidade de Coimbra, a Biblioteca Joanina é obrigatória.

    Fundada no século XVIII, tem um estilo marcadamente barroco,
    sendo uma das mais espectaculares a nível europeu.

    Com três pisos, é o piso superior que mais surpreende e aquele que vale a pena a visita.
    Construída em madeira de forma a melhor preservar a colecção literária, a decoração chinoiserie tem influência asiática.

    LAMENTO a nossa visita não ter incluído a visita à Biblioteca Joanina!

    ResponderExcluir
  4. O mês de outubro, no concelho da Moita,
    foi novamente dedicado à população sénior,
    celebrando-se ativamente o Dia Internacional da Pessoa Idosa,
    no dia 1, e o Dia Nacional da Terceira Idade, no dia 28.

    O programa (Con)Vivências Sénior 2019,
    promovido pela Câmara Municipal da Moita
    com a participação das instituições, é dirigido aos idosos
    e seniores do concelho e inclui visitas culturais,
    passeios de barco, teatro, dança, culinária entre muitas outras atividades.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite de paz, querida amiga Tulipa!
    Pensar que estive aí nos átrios da Universidade tão linda e patrimônio da cultura.
    É linda sim e não visitei tudo o que nos mostra... Gostei de ver aqui.
    Muito obrigada por mais um passeio cultural.
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida amiga!

    Há imenso tempo que não visito Coimbra, mas qdo era estudante universitária fui à Universidade de Coimbra, já não sei a que propósito e fui também lá a uma festa, um baile, á noite, que durou até de madrugada. Os meninos de Medicina eram os mais atrevidos -rs.

    Das explicações, que deu nos seus "comentários", apre que eu hoje já sabia mta coisa, Até que enfim -rs!

    Gosto mto da Sala Amarela e da Sala Grande dos Atos. Agrada-me o estilo e da sumptuosidade.

    As fotos estão excelentes e a menina sabe sempre captar o melhor que há num país ou cidade. Parabéns, mais uma vez!

    Passeie, passei, e assim vai-nos mostrando lugares mágicos e emblemáticos.

    Beijos e um bom final de semana.

    ResponderExcluir
  7. Coimbra é uma lição como diz a canção e o teu post começa bem, como se e tratasse também de uma lição. Estive há poucas semanas em Coimbra e ainda conservo na retina alguns pormenores, não exactamente os que tu mostras já que não entrei na Universidade, estive antes no Museu Machado de Castro e nos Pórticos, antigas portas de entrada em Coimbra desde a Idade Média.

    Fantásticas as salas que as tuas fotos abrangentemente mostram, aliadas à explicação que adiantas. Não tinha ideia nenhuma que as coisas eram assim lá por dentro.

    E ainda foste aos pormenores, sempre com bons enquadramentos e elucidativos. O Paço das Escolas conheço bem, também fiz boas fotos aí. Não tinha reparado nesse prémio que fotografaste. Tudo à volta é soberbo, captaste e registaste bem. Nunca faltam pessoas. E depois a torre simbólica da Universidade mais bonita do país.

    Excelentes perspectivas, sublimes momentos em que até as pessoas parece que se dispuseram para as tuas fotos. Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Como deve imaginar conheço MUITO bem.
    Boas e más memórias.
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir
  9. Gostei imenso das imagens que nos trouxe de Coimbra, cidade que conheço bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite Ester,
    Adorei as imagens e a sua descrição.
    Estive a visitar essas maravilhas na passada sexta feira e adorei.
    A capela é linda, embora não tivesse visto aqui fotografias.
    As suas fotos estão Magníficas.
    Claro que as minhas com telemóvel deixam muito a desejar.
    Bejinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir